sábado, 2 de maio de 2009

A menina com um espelho

Disfarçada de menina levada ela chegou, e nem parecia que acabaras de chegar, afinal ela não esteve sempre ali?
As pessoas aparecem na nossa vida de formas tão variadas; uma fazendo um estardalhaço, outras causando confusão, ou desconfiadas, algumas sorrindo ou chorando... E tem aquelas que parecem que sempre estiveram ali.
Esta menina tinha o espelho na mão, mas não era narcisa, simplesmente mudava o ângulo das coisas e as via com seu olhar único. Parece até que ela sempre esteve ali. (È verdade, eu também brinco com espelhos.)Logo que a vi, me aproximei, quase como uma atração inevitável quis a sua amizade. Não demorou muito para estarmos sentadas e conversando como se ela sempre estivesse ali.
Hoje falamos de ângulos e olhares, de experiências e esperanças...È bom tê-la por perto, mesmo de longe.

7 comentários:

  1. Oculto na sua forma de olhar o mundo.

    ResponderExcluir
  2. gostei... tem um criatividade estigante...

    ResponderExcluir
  3. As andorinhas do Mar chegaram
    Com alegria tatuada nas penas refulgentes
    Soltam chilreados estridentes
    Dançam no azul, rodopiam contentes

    A maresia adormeceu na areia
    O mar transformou-se em espelho de água
    Uma nuvem mirou-se nele
    Verteu uma última gota de mágoa


    Bom fim de semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  4. Muito bom...parabéns ;)

    ResponderExcluir
  5. Procurando coisas novas e sem encontrar =[

    ResponderExcluir